08/11/2010

Chiquinha Gonzaga. Sofri e chorei. Tive muito amor

Terminei de ler, ontem de madrugada, o seu livro: Chiquinha Gonzaga - Sofri e chorei: Tive muito amor... simplesmente adorei!

O sentimento que tenho é de gratidão com a autora - Dalva Lazaroni - pelo seu resgate histórico, principalmente quando se tem como ponto de comparação a eleição da primeira presidenta do Brasil.

Chiquinha que foi a primeira mulher: a exercer uma profissão no Brasil; a reger uma orquestra (criou a discussão sobre a língua portuguesa: Mastro ou Maestrina?); a politicamente se posicionar contra a escravidão e depois pelo fim da monarquia com um governo do povo para o povo; a defender as liberdades individuais (ainda no desabrochar de sua mocidade); a ousar mostrar o jeito de ser dos brasileiros e seus valores; a divulgar muito positivamente o Brasil no exterior....

Querida Dalva, creio que Chiquinha Gonzaga, onde é que esteja, deve ter vibrado muito com a Dilma, Presidenta do Brasil, e irá mandar seus fluidos positivos para que o governo dela seja, sim, de grandes avanços para todos os brasileiros.

Mais uma vez, manifesto minha gratidão a você pelo fantástico resgate!!!

É importante dizer também que foi com base no trabalho da Dalva que a Globo fez o seriado Chiquinha Gonzaga que pode ser visto nos arquivos disponíveis no Youtube.


Vale a Pena!


Um comentário:

Nelson Reis disse...

Ah!!! lembrei-me que contra ela também envolveram o Papa (Pio X)... risos

Combata este Quadro

Combata este Quadro
Separe o Lixo em sua Casa

Lixo Nosso de Cada Dia

Loading...