14/05/2008

O lixo nosso de cada dia.

A produção diária individual de lixo é da ordem de 600 gramas e é estimado que deste montante 60% seja de matéria orgânica, 30% de materiais recicláveis e 10% de materiais inertes.
Os cuidados individuais estão na ponta de um processo e destes cuidados dependem todas as demais forças favoráveis à natureza e a toda sociedade.
O primeiro cuidado é com a postura de redução do consumo, pois está diretamente ligado com a geração de resíduos. O segundo cuidado é com a própria busca do reuso ou reciclagem, cuidado este que promove a redução dos resíduos descartáveis; e em terceiro lugar a separação daquilo que deverá ser descartado; o quarto cuidado é dar especial atenção para as destinações dos resíduos gerados em sua área de influência.
O cuidado na separação passa por uma decisão quanto à profundidade da atenção a ser dada ao assunto e também a disponibilidade de recursos de espaço e recipientes adequados, como, por exemplo: o descarte nos cestos com cores padronizadas.
É sabido que a partir de quatro anos de idade o ser humano já está apto a fazer a separação entre secos e molhados. A separação, principalmente nas cozinhas, de resíduos molhados e secos é a atitude requerida para que muitas pessoas possam ganhar seus sustentos de forma digna alem da preservação da natureza, conservação de energia e também a possibilidade da geração de energia limpa.
O material orgânico ou, em nossa classificação, material molhado (cascas, talos, caroços, bagaços, restos de comidas, bem como papéis utilizados em banheiros) é o que vai ser destinado à coleta pelo serviço público urbano.
A atenção a todo aquele material possível de reciclagem, o material seco, (metais, papéis, vidros e plásticos), como demonstra a figura, deve ser limpo e seco, retirado o rótulo quando possível e, em seguida, amassado para redução de volume.

Para este material a destinação adequada a ser dada é aquela que permite a valorização das pessoas, muitas vezes excluídas da sociedade, que se juntam em cooperativas ou associações de catadores de resíduos recicláveis para fazerem da atividade de coleta seletiva seus meios de vida, para tal se faz necessário identificar um catador(a) local, identificá-lo(a) e combinar com ele(a) dia, hora e as condições ideais necessárias para coleta de seus materiais. Esteja ciente dos materiais que os(as) catadores(as) têm mais interesses.
Seja uma pessoa atenta também a política pública de destinação dos Resíduos Sólidos, pois estas geralmente consomem cerca de 16% de toda arrecadação municipal e pela falta de interesse da sociedade dá margens para inúmeras práticas de improbidades públicas por parte de governantes ou mesmo meios de ganhos fáceis por parte de empresários inescrupulosos como denuncia o site: www.mafiadolixo.adm.br.

Nenhum comentário:

Combata este Quadro

Combata este Quadro
Separe o Lixo em sua Casa

Lixo Nosso de Cada Dia

Loading...